Veja Como Diminuir o Impacto Ambiental em uma Obra

impacto ambiental na construção

Os projetos de construção têm um impacto significativo no meio ambiente. De fato, todos os aspectos da construção têm algum impacto mensurável — desde os processos de mineração usados ​​para materiais, até os resíduos produzidos pelo projeto e como são descartados.

É importante entender e tomar iniciativas para diminuir o impacto ambiental na obra, que prejudicam a água, o solo e o ar que respiramos.

impacto ambiental na obra
Excessos de resíduos são um sério problema para a Construção Civil como um todo.

A construção contribui para danos ambientais tanto em escala global quanto localmente. O primeiro passo é aprender o que a construção causa de impacto para reduzir o dano. Aqui estão cinco maneiras de ajudar a diminuir o impacto ambiental na obra!

1. Limitar o uso de combustível

O maior impacto negativo da empresa de construção no meio ambiente é causado pela queima de combustíveis fósseis, como gás e diesel. Cada projeto de construção resulta nessas emissões de gás de dióxido de carbono, metano e outros resíduos que poluem o ar e acredita-se que contribuem para o aquecimento global.

Para limitar o consumo de combustível:

  • Minimize as distâncias de transporte
  • Reduza o tempo de marcha lenta do veículo
  • Use fontes de combustível alternativas mais ecológicas
  • Use equipamento híbrido

Esforçando-se para limitar o uso de combustível de seu projeto de construção, você pode ajudar a diminuir as emissões negativas e os poluentes e melhorar a qualidade do ar.

2. Reduzir o ruído

O ruído de construção é uma das principais fontes de poluição sonora. A maior parte desse ruído é produzida por maquinário na preparação de locais, demolição e paisagismo. Muitos locais de construção estão localizados perto de residências e empresas, e é provável que haja reclamações de ruídos.

poluição sonora na obra
Não são só os resíduos físicos que impactam na obra. A poluição sonora também é um grave problema.

Certifique-se, ao iniciar uma obra, de ser atencioso e aderir a qualquer restrição de tempo de construção local. Muitas pessoas podem não apreciar o trabalho e barulhos altos às seis da manhã em um sábado, por exemplo. Outra boa ideia é enviar uma carta aos vizinhos antes de começar a trabalhar para alertá-los sobre quanto tempo o projeto durará e o que esperar.

3. Eliminar adequadamente os resíduos

Resíduos de demolição compõem 90% do total de detritos, e grande parte desses resíduos é descartada em aterros ou por meio de incineração. Ambos os métodos prejudicam o meio ambiente.

Reutilizando e reciclando materiais existentes, você pode reduzir os materiais que prejudicam a Terra. Equipamentos e acessórios podem ser usados ​​em projetos futuros ou doados para aqueles que precisam deles. Tijolo e concreto podem ser reciclados e usados ​​como roupas de cama de enchimento ou garagem, e metais e madeira são mercadorias valiosas que podem ser recicladas.

 

Leia Também: Construção sustentável: Por que o pré-fabricado é a melhor solução?

 

4. Utilize a tecnologia reutilizável

Existem muitas opções de construção ecológica que ajudam a diminuir um impacto ambiental negativo. Por exemplo, a construção pré-fabricada é uma opção mais sustentável de construir, que diminui os impactos no local.

Isso porque, como falamos, os métodos tradicionais de construção são grandes contribuintes do consumo de energia e da geração de resíduos sólidos que, na maioria das vezes, não são reciclados.

Como os prédios modulares são criados fora do local — ou seja, fora do canteiro —,  eles podem reduzir o desperdício em até 90%, de acordo com um estudo realizado pela organização britânica Waste & Resources Action Program.

5. Agilize seu projeto

Ao acelerar o seu projeto de construção, você reduz os distúrbios de tráfego e também reduz as emissões associadas e os custos de combustível. Estabeleça metas de conclusão firmes e implemente essas medidas para permanecer no caminho certo. Agilizar o processo de construção ajuda a reduzir a poluição sonora, reduzir a duração do tráfego e melhorar as zonas de segurança.

Planejamento de Obra

Existem inúmeras maneiras de diminuir o impacto ambiental na obra. Utilizando tecnologia verde e reutilizável, mantendo o comprimento do projeto ao mínimo, limitando o uso de combustível, juntamente com outras sugestões listadas, você certamente fará a diferença no impacto do meio ambiente.

E você, o que faz para diminuir o impacto ambiental na obra? Comente abaixo e compartilhe sua experiência conosco!

Internet das Coisas, Como ela Mudará a Construção Civil

internet das coisas na construção

Até 2020, haverá 50 bilhões de dispositivos conectados à internet no mundo, de acordo com um relatório da empresa de pesquisa de mercado Gartner.

À medida que a era da Internet das Coisas (IoT) se desenvolve e os dispositivos se tornam menores, mais precisos e mais relevantes para uma gama mais ampla de setores, há uma oportunidade para a Construção Civil de gerar maiores eficiências operacionais como resultado do aumento do acesso a tempo real dados.

e-book tecnologia bim
Baixe nosso e-book com tudo o que você precisa saber sobre Tecnologia BIM

Na verdade, já estamos presenciando uma nova era de monitoramento geotécnico e de construção, que permite aos engenheiros analisar projetos e estruturas existentes remotamente e coletar informações digitais de diversos ativos em tempo real.

Neste artigo, vamos considerar como, por meio do uso de tecnologias de sensores e redes sem fio comprovadas em campo, as organizações de Construção Civil podem se beneficiar da Internet das Coisas! Ficou interessado? Continue lendo!

Modelagem de informações de construção (BIM)

O Building Information Modeling (BIM) é um processo que fornece um modelo 3D inteligente de um edifício. Normalmente, o BIM é usado para modelar a estrutura e os sistemas de um edifício durante o projeto e a construção, de modo que as alterações em um conjunto de planos possam ser atualizadas simultaneamente em todos os outros planos afetados.

No entanto, dando um passo adiante, o BIM também pode se tornar um catalisador para projetos de edifícios inteligentes.

BIM na Construção Civil com Tecnologia das Coisas
O BIM também pode se tornar um catalisador para projetos de edifícios inteligentes. (Imagem: GettyImages)

Quando um prédio está em funcionamento, os dados dos sensores de IoT podem ser inseridos no BIM. Você pode usar esses dados para modelar coisas como padrões de uso de energia, tendências de temperatura ou movimentação de pessoas em todo o edifício.

A saída desses modelos pode então ser analisada para melhorar futuros projetos de edifícios. Além de seu impacto no projeto e na construção, o BIM também tem importantes implicações para o gerenciamento de operações de construção.

Internet das Coisas na construção verde

A indústria da construção é um grande gerador de resíduos. Este fato desencadeou uma onda de interesse na arquitetura e construção sustentável. Mas o movimento de construção verde tornou-se muito mais do que manter materiais de construção fora dos aterros sanitários.

 

Leia Também: 6 Inovações na Construção Civil pra 2019

 

Está influenciando o projeto e a engenharia dos próprios sistemas de construção, permitindo que os edifícios reduzam seu impacto no meio ambiente por meio do gerenciamento de energia.

Os prédios verdes de hoje estão sendo projetados para fazer coisas como desligar sistemas desnecessários automaticamente quando a construção está desocupada ou abrir e fechar venezianas automaticamente para permitir níveis ideais de luz natural.

Pré-fabricado inteligente

O uso de componentes de construção pré-fabricados pode ser mais rápido e econômico do que os métodos tradicionais de construção, e tem um benefício adicional de gerar menos resíduos de construção.

No entanto, o uso de pré-fabricados para grandes projetos de edifícios comerciais pode ser muito complexo de coordenar. A IoT está ajudando a resolver esse problema.

Construção Civil e Internet das Coisas
A internet das Coisas está revolucionando todos os setores da sociedade. A Construção Civil não é uma exceção (Imagem: GettyImages)

Usando sensores RFID, peças individuais pré-fabricadas podem ser rastreadas ao longo da cadeia de suprimentos. Um exemplo recente é a construção do edifício Leadenhall, em Londres.

Como o edifício ocupa um espaço relativamente pequeno, mas exigia grandes componentes pré-fabricados, era uma tarefa logisticamente complexa coordenar a instalação.

 

Leia Também: 5 Perguntas sobre a Tecnologia BIM

 

Dados RFID foram usados ​​para ajudar a mitigar os efeitos de qualquer atraso na construção. Além disso, os dados foram introduzidos no BIM depois que as peças foram instaladas, permitindo a renderização em tempo real do prédio em andamento, bem como o estabelecimento de controles de projeto e KPIs.

Gestão de equipamentos

Tempo é dinheiro, então qualquer atraso em um projeto de construção pode ser caro. Ou seja, como você impede que seu equipamento pesado crítico pare e atrapalhe todos os outros negócios no local? Com o IoT!

Equipamentos de construção pesada estão sendo equipados com sensores, que podem ser monitorados remotamente para indicadores-chave de possíveis problemas de manutenção, como flutuações de temperatura, vibrações excessivas etc.

Construção Civil será revolucionada pela Internet das Coisas
Internet das Coisas mudará a forma como encaramos a Construção Civil

Quando os padrões anormais são detectados, alertas podem levar os trabalhadores de manutenção a intervir cedo, antes que o equipamento crítico falhe. Realizar a manutenção preditiva dessa maneira pode economizar tempo e dinheiro, além de evitar atrasos desnecessários em projetos de construção.

Sem dúvidas, nos próximos anos veremos cada vez mais dispositivos e equipamentos conectados à internet para gerar benefícios à Construção Civil!

E você, o que acha disso? Já tem usado a IoT em alguma de suas obras? Comente abaixo e compartilhe suas ideias conosco!

materiais pré-fabricando